April 30, 2020

Elon Musk se alinha a políticos conservadores e pede reabertura da economia nos Estados Unidos

Elon Musk se alinha a políticos conservadores e pede reabertura da economia nos Estados Unidos

Depois de fábricas da Tesla serem fechadas nos Estados Unidos por conta das restrições do governo contra o espalhamento do vírus COVID-19, causa de uma pandemia global, o CEO Elon Musk tem usado sua conta no Twitter para atacar duramente as medidas de isolamento social. Aparentemente, Musk está preocupado com a possibilidade de seu negócio não voltar à operação tão rápido quanto ele gostaria.

Em uma reunião de resultados da Tesla, nesta quarta-feira (29 de abril), Musk chegou a dizer que as atuais medidas de quarentena são "fascistas".

Em um post fixado no seu Twitter, o bilionário escreveu, em caixa alta: "LIBERTE A AMÉRICA AGORA". Além disso, nos últimos dias, ele vem publicando outras atualizações, sugerindo que hospitais na Califórnia estão vazios – como se hospitais cheios fossem uma coisa boa – e fazendo piada com o vírus, que já matou pelo menos 228 mil pessoas no mundo, segundo números oficiais.

Assim, Musk se junta a um rol de figuras que têm se posicionado contra as práticas de isolamento social e as orientações da Organização Mundial da Saúde, entre elas o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, além de outros empresários como Junior Dursk, dono da rede de restaurantes Madero.