December 23, 2019

CEO da Boeing é demitido em meio a aprofundamento na crise da empresa

CEO da Boeing é demitido em meio a aprofundamento na crise da empresa

A Boeing, fabricante de aeronaves e um dos símbolos da pujança econômica dos Estados Unidos, tenta se recuperar de uma crise que parece somente se aprofundar. No mais recente episódio dessa crônica do empreendedorismo americano, o CEO da empresa, Dennis Muilenburg, recebeu sua carta de demissão, depois de um painel de diretores julgar que ele estava sendo incapaz de restaurar a confiança de órgãos reguladores e do mercado como um todo, após os dois desastrosos acidentes com o modelo 737 Max que mataram 346 pessoas. Desde então, no mundo todo, aviões desse modelo estão parados em solo, proibidos de voar – inclusive da brasileira Gol, que possui sete unidades estacionadas no aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, e espera a entrega de mais 16 unidades já compradas.

Na última semana, outra notícia ruim para a empresa americana: a cápsula espacial projetada para levar astronautas para a Estação Espacial Internacional falhou em seu voo teste, e não conseguiu completar a missão.

Leia mais.