August 11, 2020

Boeings 747 ainda são atualizados com disquetes de 3,5 polegadas

Boeings 747 ainda são atualizados com disquetes de 3,5 polegadas

Um grupo de pesquisadores de segurança descobriu, ao explorar as entranhas de um avião Boeing 747 da British Airways – desativado com a queda na demanda da companhia aérea por conta da pandemia do novo coronavírus –, que disquetes de 3,5 polegadas ainda são utilizados para fazer atualizações de sistemas críticos da aeronave.

A descoberta faz parte de um vídeo maior, que mostra o funcionamento de alguns dos sistemas eletrônicos do avião. O vídeo é parte da conferência Def Con, a maior do mundo dedicada à cibersegurança.

O modelo 747-400 da Boeing foi lançado em 1988. Segundo os pesquisadores, apesar de algumas companhias aéreas terem atualizado a tecnologia desde então e aposentado os disquetes, outras seguem utilizando os velhos floppy disks, e se tornaram dependentes de visitas regulares de engenheiros que utilizam os discos para atualizar sistemas críticos do avião, com informações sobre rotas e pistas de pouso e decolagem.

O problema é que com as bases de dados cada vez maiores, são necessários também mais e mais disquetes. Esses updates são feitos em intervalos de cerca de 10 a 30 dias.

O interesse dos pesquisadores se dá no contexto de uma busca por vulnerabilidades que poderiam permitir a um passageiro o acesso a sistemas críticos do avião durante um voo.

Recentemente, usando uma conexão USB, um pesquisador foi capaz de invadir o sistema de entretenimento de uma aeronave, inserir texto e fazer travar todo o sistema, até os de outros passageiros.

Assista ao vídeo da exploração dos sistemas do Boeing 747:


Fonte: The Verge