Xbox One X: o novo capítulo da guerra dos consoles será pela conquista da sua TV 4K


Com o anúncio, realizado durante a feira anual de games E3, do lançamento do novo console da Microsoft, o poderoso Xbox One X, a empresa norte-americana fundada por Bill Gates abre um novo capítulo na guerra dos consoles de videogames, em um momento em que se encontra por baixo, perdendo a batalha para a concorrente japonesa Sony (uma recente pesquisa da consultoria SuperData aponta que a base instalada do Xbox One se encontra atualmente na casa das 26 milhões de unidades, contra 55 milhões de unidades do PS4).

Em seu novo movimento, estratégico para os próximos anos da divisão Xbox, a Microsoft apostou em poder de hardware. A nova máquina reúne o que há de mais avançado em processamento de dados e de gráficos em uma caixa compacta de design minimalista. Nesse aspecto, não há dúvidas. O novo Xbox One X supera as especificações do PS4 Pro, o console equivalente da concorrência.

A tabela abaixo, organizada pela equipe do Polygon, demonstra a superioridade de hardware do Xbox One X (Project Scorpio) sobre o Playstation 4 Pro:

Xbox One Specs

Em termos práticos, essa diferença de hardware resulta em processamento mais rápido, e potencial de gráficos superiores.

Essa é uma batalha principalmente pela chegada dos consoles ao campo de batalha da resolução 4K, e a Microsoft tem se esforçado para deixar claro que a tecnologia embarcada no Xbox One X entrega tecnologia 4K "de verdade", referindo-se à maior potência de hardware e à sua capacidade de renderizar gráficos nessa resolução, ao contrário da Sony, que utiliza ferramentas de upscaling em alguns de seus games.

Em uma entrevista recente, o chefe da divisão Xbox, Phil Spencer, chegou a dizer que o PS4 Pro é mais um concorrente do Xbox One S, a versão mais light do console, do que do novo Xbox One X.

Será?

Um fato importante a se considerar é o atual momento da curva de adoção da tecnologia de televisores 4K. É preciso ter uma TV desse tipo para aproveitar toda a potência do novo console da Microsoft, e apesar do preço estar caindo, ainda há um caminho para ser percorrido antes de a tecnologia se tornar realmente popular. Além disso, o preço do Xbox One X, de US$ 499, é consideravelmente mais alto que o do PS4 Pro, que sai por US$ 399.

PS4 Pro O Playstation 4 Pro, que no mercado americano sai por US$ 399

Cruzando essas informações, fica claro que o novo Xbox One X foi projetado para um espectro mais limitado, premium, do mercado consumidor de videogames. Veremos como a Microsoft vai se sair com essa estratégia. Pois a grande pergunta parece ser: o consumidor atual precisa de todo esse poder de hardware oferecido pelo Xbox One X para desfrutar de uma experiência plena em 4K, na maneira como o mercado está configurado?

A favor da Sony, considere também que o PlayStation tem a vantagem de uma variedade maior de títulos exclusivos, algo levado em conta pelos gamers na hora de escolher seu próximo console.

Ainda é cedo para estimar o desempenho do novo console da Microsoft. Mas essas são algumas das questões a se levar em conta conforme assistimos à chegada do Xbox One X ao mercado, e à maneira como a indústria e o mercado reagem a essa nova etapa 4K de sua história.

Fonte: Polygon, The Verge, Ars Technica, TechCrunch