Rússia revela míssil capaz de carregar bomba que destruiria área do tamanho da França


Sarmat

A Rússia divulgou imagem inédita do RS-28 Sarmat, um míssil balístico intercontinental capaz de carregar uma bomba termonuclear que destruiria uma área do tamanho da França ou do estado americano do Texas.

O míssil vai substituir o RS-36M, em operação desde os anos 1970. A rede de mídia russa Sputnik afirma que a nova arma entrará em serviço em 2018.

A empresa estatal Makeyev Rocket Design Bureau, responsável pela construção de mísseis, afirma que o RS-28 Sarmat alcança até 7km por segundo e foi projetado com tecnologia para despistar escudos antiaéreos. "Esse sistema foi desenvolvido para garantir a dissuasão nuclear efetiva e ampliar as forças estratégicas da Rússia", afirma a empresa em comunicado.

No site da Makeyev Bureau, o míssil pode ser visto em ilustrações, decolando de terra e de um submarino.

Robert Kelley, especialista americano em armas nucleares ouvido pela rede NBC News, sugere que o alcance da arma e sua capacidade destrutiva não aumentaram significativamente nessa nova versão, mas que mudanças nos sistemas eletrônicos devem garantir a ela maior precisão e estabilidade.

Fonte: Sputnik News, NBC News