Ericsson planeja demitir 25 mil funcionários no mundo todo, diz fonte interna


Na foto, o CEO da Ericsson, Börje Ekholm

A gigante das telecomunicações Ericsson, que tem base na Suécia mas opera globalmente, planeja cortar 25 mil funcionários de sua força de trabalho no mundo todo, segundo uma fonte interna ouvida pelo jornal sueco Svenska Dagbladet. O corte brutal seria uma resposta à crise em que a empresa se encontra.

O novo CEO, Börje Ekholm, assumiu o cargo em outubro do ano passado, e prometeu uma economia anual de 1,25 bilhão de dólares após uma sequência de resultados financeiros negativos.

Atualmente, a Ericsson emprega cerca de 109 mil pessoas em 110 escritórios, inclusive no Brasil. Ainda de acordo com a fonte ouvida pelo jornal, a operação da Ericsson chegará a ser reduzida em 90% em alguns mercados.

"Meu entendimento é que eles fizeram um cálculo reverso do quanto a companhia precisa economizar para escapar da crise sem se arriscar com problemas legais", disse uma fonte anônima ao jornal. "Será brutal [em algumas partes da organização]."

Fonte: Business Insider