Mulher que recebeu útero transplantado dá à luz uma criança nos Estados Unidos


Uma mulher que recebeu um útero transplantado foi a primeira nos Estados Unidos a dar à luz uma criança, um feito médico importante que abre caminho para outros procedimentos do tipo, em casos em que a paciente não possui o útero, por ter nascido sem o órgão ou por tê-lo removido em casos de câncer.

O procedimento foi realizado no Centro Médico da Baylor University em Dallas, Texas. Ali, a paciente, que não teve o nome revelado, recebeu o órgão, no ano passado, de uma doadora viva. O parto foi realizado em novembro, e a criança, um menino, nasceu saudável.

transplante

O transplante de útero é uma operação complexa, e antes deste caso, desde 2014, apenas oito bebês foram concebidos desta maneira, todos na Suécia, no Hospital da Universidade Sahlgrenska, em Gotemburgo. Os médicos comparam o procedimento, em complexidade, ao transplante de fígado.

Após o parto, feito com técnica cesariana, devido à maior fragilidade do útero transplantado, o órgão é removido, para que a paciente não precise continuar tomando as drogas imunossupressoras necessárias para evitar um processo de rejeição do organismo. Em alguns casos, o órgão pode ser mantido por mais tempo, para que a paciente tenha mais de um filho.

O transplante de útero é uma aposta da medicina para ajudar mulheres que não podem ter filhos por terem nascido sem o órgão ou por terem tido ele removido. Segundo pesquisadores, só nos Estados Unidos, 50 mil mulheres podem ser candidatas ao procedimento, que por enquanto, ainda é realizado em caráter experimental dentro de centros de pesquisa.

Fonte: The New York Times

Foto: Shannon Faulk/Baylor University Medical Center