George Soros, o polêmico investidor bilionário, vai entrar no mercado das criptomoedas


George Soros, o bilionário investidor húngaro-americano, vai começar a negociar criptomoedas por meio do seu fundo familiar de US$ 26 bilhões.

De acordo com uma reportagem publicada no site da Bloomberg, Adam Fisher, que é o responsável pelas estratégias de macro investimento do Soros Fund Management em Nova York, obteve as aprovações internas necessárias para seguir em frente com o plano de iniciar as negociações de criptomoedas – ativos como o bitcoin e o ethereum, que desde o ano passado tiveram forte valorização, e passaram a atrair a atenção de grandes investidores. Até o Goldman Sachs, outro símbolo do establishment financeiro, move suas engrenagens para criar uma divisão de investimento em criptomoedas.

O mais interessante é que há pouco tempo, em janeiro, Soros expressou publicamente sua opinião de que o bitcoin é uma bolha financeira. Desde então, o valor das criptomoedas passou por forte desvalorização – o bitcoin é negociado hoje a um valor de cerca de US$ 6.5 mil dólares, cotação mais baixa desde as grandes valorizações do final do ano passado, quando a moeda chegou a valer mais de US$ 19 mil.

Soros é conhecido por sua estratégia controversa de investimento, que muitas vezes se vale da associação a movimentos políticos, causas sociais e ideológicas – como os movimentos favoráveis à legalização da maconha nos Estados Unidos – para obter lucros.

Para os que estavam céticos em relação à sobrevivência das criptomoedas frente as atuais desvalorizações, a entrada do fundo de Soros nesse mercado significa, pelo menos, uma coisa: a história do bitcoin está longe de terminar.

Fonte: Bloomberg

Curta a página da Hackpedia no Facebook e mantenha-se na linha de frente do pensamento digital!