Atualize o seu WhatsApp e proteja-se


Cripto

Imagine um cenário em que tudo, repentinamente, muda. Para pior. Do dia para a noite, as instituições do estado assumem integralmente o papel de instrumentos de repressão, sem aviso, e todo o aparato de vigilância e controle já montado passa a servir à agenda de uma elite política e econômica que enxerga o povo como uma massa de trabalhadores baratos. Soa um pouco apocalíptico demais? Talvez. Mas imagine, não custa nada.

Nesse cenário, a criptografia seria uma das poucas defesas disponíveis aos cidadãos isolados do centro de poder. No livro Cypherpunks, o ativista Julian Assange, fundador do WikiLeaks, descreve essa tecnologia como um presente matemático do universo, que torna impossível a violação de seus protocolos com o equipamento disponível atualmente (deixemos de lado a computação quântica por um instante).

E isso nos leva à boa notícia da semana. O WhatsApp, aplicativo que todos conhecemos e usamos diariamente para trocar mensagens e compartilhar todo tipo de coisa, acionou criptografia ponta-a-ponta para 1 bilhão de usuários. Agora, apenas quem enviou e recebeu a mensagem tem acesso a seu conteúdo.

O anúncio coincide com o momento em que a administração do presidente dos Estados Unidos Barack Obama, por meio do FBI, pressiona a Apple para destravar a criptografia de seus iPhones. Se isso acontecer, todos os usuários estarão expostos, o que aumenta a importância da decisão do WhatsApp.

Mas, para que a criptografia funcione, é preciso atualizar o aplicativo! Assim que o usuário fizer isso, um aviso como o que ilustra este texto será exibido dentro de cada conversa, sinalizando que as mensagens estão seguras. Portanto, não vacile. Atualize o app e proteja-se!